Comportamento, Moda

O rótulo da roupa: Qualidade, conservação e mais um pouco

É comum ler o rótulo dos alimentos antes de comprá-los, mas poucas pessoas preocupam-se em ler o “rótulo” das roupas. Atentar-se à etiqueta é fundamental para consumir moda de forma consciente: nela estão informações sobre tecido, conservação e origem do produto, itens importantes para conhecer sua qualidade e real valor.

Ler o rótulo das roupas nos leva a comprar de forma mais assertiva, e a avaliar se o preço da etiqueta é justo independente do nome da marca estampada nela. Da mesma forma que é possível encontrar peças de qualidade a preço acessível, não são poucas as grifes vendendo “poliéster por algodão”. Marca não atesta qualidade! E é na etiqueta que encontramos as informações para avaliar se o produto irá, de fato, valer a pena.

leafcutterdesigns

Importante! Quando abordo o tema qualidade X quantidade percebo um equívoco com relação ao primeiro termo. Qualidade não diz respeito apenas ao tempo em que a roupa permanece em bom estado, uma vez que a durabilidade dos itens de vestuário depende de uma série de fatores. Uma peça pouco usada, e consequentemente pouco lavada, por exemplo, pode durar um tempo considerável mesmo tratando-se de um produto de baixa qualidade. Por isso, é importante pensar em qualidade como um conjunto de bom tecido, acabamento e modelagem bem feitos e vida útil.

Roupa boa no closet, hora de cuidar dela. Observe os dados, importe-se com o comportamento dos tecidos e procure entender a simbologia da etiqueta (tem tabela disponível para download aqui) para conservar suas peças. Afinal, mesmo os itens de qualidade dependem do uso responsável para permanecer em bom estado: matérias-primas, como a seda, exigem cuidados especiais; assim como modelos com aplicações ou técnicas diferenciadas de tingimento podem restringir o uso de alguns produtos no momento da lavagem.

Por fim, informe-se sobre a origem! “Tudo na vida tem seu preço”, e, independente do posicionamento pessoal de cada um, o importante é estar ciente do verdadeiro custo do que consumimos. Sempre é tempo de repensar se trocar três ou quatro produtos de R$ 49 reais, produzido a alto custo humano, por uma peça monetariamente mais cara com origem transparente é mesmo tão difícil.

(Imagem: Leafcutter Designs)

+ | Dica de leitura: A matéria do The Uniplanet, publicada no dia 17 desse mês, sobre a jornada de trabalho das crianças em Bangladesh.

Anúncios

1 thought on “O rótulo da roupa: Qualidade, conservação e mais um pouco”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s