Moda

A febre esportiva continua

Da corrida ao boxe, os esportes emprestaram elementos e materiais para a moda casual nas últimas temporadas, e nas próximas estações não será diferente. Com referências vindas do universo do ski, o editorial Ski Fever, da Vogue holandesa (janeiro de 2018), traz inspirações para começar a pensar nos visuais de inverno unindo o conforto do vestuário esportivo com itens de moda que prometem aquecer dias frios.

O xadrez, especialmente em suas versões retrô, é uma das apostas do ano. Para um visual moderno sem excessos, experimente misturar dois tipos diferentes da estampa com a mesma cartela de cores (as neutras são a opção mais segura). Como não poderia deixar de ser, o tricô aparece em modelos para todos os gostos: cropped para combinar com cintura alta e longo e volumoso para usar como vestido ou com calça bem justa.

skifever1

skifever2

Jaquetas oversized e bem aquecidas não perdem espaço no editorial, elas aparecem em contraponto com o body, em uma brincadeira de peça volumosa x justa, e em composição monocromática com o tom de cor de rosa da vez: o Rosa Millennial.

O toque clássico da mini saia 60’s e padronagem argyle na meia-calça deixou a composição com tricô geométrico super atual e rica em referências. Uma ótima ideia para quem não tem medo de ousar.

skifever3

skifever4

skifever5

(Fotos: Carlijn Jacobs)

Anúncios
Moda

“Retrô” 2017 | Apostas 2018

A moda é, cada vez mais, um universo de infinitas possibilidades. Esse ano, por exemplo, foi marcado por acessórios impactantes e detalhes nada discretos, com aplicações e bordados, que repaginaram clássicos como o mule ou bolsas com design atemporal. Foi difícil não se apaixonar pelas alças estampadas, texturizadas e multicoloridas que elas ganharam (confira 100 modelos de bolsas das passarelas internacionais).

De mãos dadas com os anseios do nosso tempo, o moletom e as peças com shapes amplos, antes restritos ao guarda-roupa esportivo, firmaram-se na moda casual e circularam em muitos ambientes: com as rotinas cada vez mais agitadas, o conforto nunca esteve tão em alta. A preocupação com o bem viver estende-se ao importante debate sobre moda ética, e os criadores de moda e adeptos do movimento slow fashion ganham cada vez mais espaço. Na prática, referências de moda que misturam estilos e valorizam a personalidade de quem veste só contribuem para endossar o movimento: aderir aos itens customizados, garimpos de brechó e composições hi-lo é cool.

PAINEL-2017

Em 2018, o mundo fashion não deve recuar em ousadia. Reinventar e misturar é tendência! Além dos acessórios, que permanecem oversized, e das superfícies bordadas com pedras e paetês para usar inclusive à luz do dia, compartilho por aqui cinco apostas para o novo ano.

A cor do ano (e variações): A Pantone anunciou Ultra Violet como a cor de 2018, mas ao lado dela, outras tonalidades de roxo, em especial os tons claros como o lavanda, prometem colorir as próximas estações. Embora pareça difícil de usar, o roxo vai bem não só ao lado dos neutros: arrisque produções com uma cor contrastante e experimente brincar com o tom sobre tom.

2018-APOSTAS-ULTRAVIOLET-2

Fisherman bag: Não é de hoje que brilho e materiais rústicos estão dividindo espaço nas passarelas e vitrines, e o uso de elementos simples em artigos de luxo continua com tudo. Acompanhada ou não de uma segunda peça interna ou detalhes em couro, a bolsa “saco de pescador” tem tudo para despontar no próximo ano. Seguindo a ideia de levar consigo apenas o essencial, a fisherman bag vai bem com roupas leves e práticas como o macacão (outra aposta para 2018) e vestido longo, ao mesmo tempo em que pode atualizar com muito estilo o look da academia.

2018-APOSTAS-FISHERMANBAG

Franjas: Antes relacionadas à visuais com referências rústicas, as peças com franjas já não estão mais restritas aos looks com toques étnicos. Multicoloridas para atualizar itens neutros, em peças retrô que remetem à década de 20 ou em jaquetas de couro que vão muito bem em visuais com mix de referências, não necessariamente ligadas ao mundo do rock, o detalhe não deve sair de cena em 2018, e está em roupas, bolsas, calçados e acessórios.

2018-APOSTAS-FRANJAS

Xadrez: Uma estampa que nunca sai de moda entra na lista de apostas com destaque para suas versões retrô: o xadrez “miúdo” em peças clássicas, como blazer e calça de alfaiataria, é o xadrez do momento. Nada caretas, as calças são uma ótima peça para tirar a t-shirt do lugar comum ou coordenar com tops florais (aliás, os florais retrô também estão na moda), e os blazers longos são o complemento perfeito para vestidos, saias e shorts curtos.

2018-APOSTAS-XADREZ

Calçados com fivela: Mais um item com toque retrô da lista, os calçados com fivelas grandes já começaram a aparecer nas vitrines de marcas nacionais e internacionais. De sapatos que parecem ter saído de um filme antigo, ótimos para combinar com peças modernas, aos modelos que misturam materiais e detalhes da temporada, há opções para diferentes estilos. Uma boa pedida para deixar visuais básicos super atualizados.

2018-APOSTAS-CALCADOS

(Imagens: internet)

Design, Moda, Negócios

O natural e o tecnológico unem-se no inverno 2018/2019

Com a interconectividade de hoje mergulhamos mais profundamente nas raízes do mundo, resultando em uma nova forma de arte que combina artesanato e tecnologia em conjunto“. A frase, retirada do resumo de tendências para o inverno 2018/2019 da Intertextile Shanghai Apparel Fabrics, resume o que estamos vivendo na vida e na moda. A necessidade de repensar o tempo, trouxe à tona não apenas a valorização do artesanal e a busca pelo conforto na hora de se vestir, mas mais atenção aos processos e novas formas de consumir.

Embora os anseios estejam voltados para a reconexão com a natureza e a desaceleração do ritmo de vida, no fast ou slow fashion a tecnologia é uma importante aliada seja para otimizar recursos ou para desenvolver novos métodos de produção que atendam a demanda com menor impacto social e ambiental. E são esses universos aparentemente opostos que trazem para a moda interessantes misturas de referências, materiais e estruturas.

Para o outono/inverno 2018/2019, a Intertextile Shanghai Apparel Fabrics aponta quatro tendências. As duas primeiras, Humanidade e Origens, trazem à tona valores essenciais e a “apreciação pelas coisas simples na vida“; conceitos que se traduzem não apenas na celebração do artesanal mas da inventividade, uma vez que a invenção e o instinto fazem parte da humanidade. Nos materiais a rusticidade e o conforto unem-se a matérias-primas tecnológicas voltadas à proteção, e tecidos como o denim e o linho cru dividem espaço com malhas e jacquard com fios múltiplos. As palavras-chave da estamparia são primitivo e orgânico, com desenhos voltados à flora e fauna.

aw1819-st4

Aconchego (hygge) é a tendência que reforça a busca por qualidade de vida e equilíbrio: “Aprender a fazer coisas práticas bem e cuidar de si mesmo é a principal prioridade“. Com conforto e bem-estar como palavras de ordem, cores claras e modelagens amplas fazem parte desse conceito. Tecidos leves e fluidos como cetim, seda e crepe trazem um toque de sensualidade; e, ao lado de texturas delicadas como a do tricô, entram nuances de brilho através de materiais acetinados, fios metálicos e bordados.

aw1819-st3

As misturas culturais e contrastes constroem o quarto conceito: Subversivo. “À medida que as gerações e as culturas se misturam, surge uma história visual forte e contrastante”, que traz tanto a estamparia com motivos folclóricos como desenhos geométricos que remetem ao ambiente urbano e à tecnologia. A cartela de cores combina tons vibrantes à cores escuras, e o espaço está aberto para a ousadia: pense em peles coloridas com acessórios de plástico, e estampas vintage ao lado de peças oversized com referências esportivas e divirta-se.
aw1819-st2

(Imgens: Intertextile Shanghai Apparel Fabrics)

Moda

Detalhes de passarela para o outono/inverno

Das passarelas internacionais, inspirações para investir nos detalhes e deixar o visual de inverno ainda mais interessante não faltam. Com a gola alta como um dos hits da temporada, o styling da Alberta Ferretti combina gola leve (e com babados) com casaco pesado com o colarinho mais alto, enquanto na Antonio Marras a combinação de gola de tricô com gola de pele mistura texturas e referências.

detalhe-inverno-alberta-ferretti-27
Alberta Ferretti fall 2017
detalhe-inverno-antonio-marras-20
Antonio Marras fall 2017

E por falar em pele, a gola de pele, que rouba a atenção por si só, aparece em uma composição interessante que mistura gola alta de malha, colarinho de alfaiataria e tricô no desfile da Nº 21.

detalhe-inverno-n21
Nº 21 fall 2017

As luvas podem ser o ponto focal do look de inverno: o visual p&b da Anteprima ganhou luvas coloridas, e na Bottega Veneta o que chama a atenção é a mistura de texturas do couro das luvas e da carteira. Luvas longas, o acessório perfeito para visuais sofisticados, ficaram ainda mais “ricas” quando combinadas a braceletes com pedras na passarela da Elisabetta Franchi. Gostou? Cuidado! O detalhe não funciona com qualquer look, nem em qualquer ambiente ou horário.

detalhe-inverno-anteprima
Anteprima fall 2017
detalhe-inverno-bottega-veneta-2
Bottega Veneta fall 2017
detalhe-inverno-elisabetta-franchi-39
Elisabetta Franchi fall 2017

O veludo está em alta, e uma faixa nesse material na cintura, ou no cós da calça, pode atualizar peças que já tem no armário; assim como as meias estampadas ou texturizadas (como o modelo arrastão) dão um up no visual aparecendo sob os recortes da calça, sob uma fenda ou entre a barra mais curta da calça e sapatos fechados. A dupla meia de poá com calçado rústico, da Bottega Veneta, é uma boa maneira de contrastar estilos de forma sutil.

detalhe-inverno-giorgio-armani
Giorgio Armani fall 2017
detalhe-inverno-bottega-veneta
Bottega Veneta fall 2017

(Imagens: divulgação)

Moda

Floral com couro

Florais deixam o verão para colorir o inverno em looks pesados ao lado de materiais como couro e pele. O editorial Gone Girl, da The New York Times Style Magazine (março de 2017) traz boas inspirações: Mais que combinar peças florais com jaquetas de couro sem muitos detalhes, a ideia é coordenar vestidos românticos, que misturam floral, rendas e babados, com roupas e acessórios em couro com tachas, zíperes e outros detalhes em metal sem medo de vestir, ao mesmo tempo, estilos contrastantes.

THE-NEW-YORK-TIMES-STYLE-MAGAGINE-SINGAPORE-gone-girl-marco-17-2

THE-NEW-YORK-TIMES-STYLE-MAGAGINE-SINGAPORE-gone-girl-marco-17-1

THE-NEW-YORK-TIMES-STYLE-MAGAGINE-SINGAPORE-gone-girl-marco-17-3

Jaquetas e calçados em couro preto e com tachas não são a única opção para compor o visual dentro dessa proposta, que pode adaptar-se a diferentes estilos. Para um visual romântico e moderno, por exemplo, uma bolsa colorida com tachas e um colar de correntes largas e um toque de brilho ao lado do preto, deixam o floral com peso visual sem perder a elegância. O sapato de salto bege traz equilíbrio ao detalhe de pedras claras da bolsa.

PAINEL-floral-couro-1

Toques esportivos, como zíperes em uma calça de couro e tênis, transformam a camisa floral clássica com fundo claro. Para deixar o look harmonioso, sem que ele pareça leve demais na parte de cima, escolha um detalhe em tom escuro, como uma bolsa preta ou um brinco em metal grafite, para essa área.

PAINEL-floral-couro-2

Vestido ou macaquinho floral + colete de pele. O toque moderno que não deixará o visual com referência boho óbvio é um sapato com solado tratorado branco e acessórios que circulam entre universo rock e o étnico. Opte por brincos, pulseiras e colares em metais prateados ou mais escuros, com formas geométricas, correntes, tachas e couro; sem esquecer de escolher tecidos e modelagens que valorizam sua silhueta e sem deixar de lado seu estilo pessoal.

PAINEL-floral-couro-3

(Imagens: divulgação / Edição de looks: Ivy Lemes)

Moda

Hits da temporada para todos os bolsos

Calçados são ótimos aliados na hora de repaginar o visual. Com um modelo da temporada nos pés, peças básicas ganham cara nova e aquele item que traduz o seu estilo atravessa estações.

Quem gosta de repaginar o visual constantemente sem abrir mão de roupas de qualidade, que não costumam ser baratas, sabe o valor de um acessório que traduza as tendências do momento, e também entende que não é necessário desembolsar grandes quantias nesses complementos: tem opções para todos os bolsos. Cabe a cada um avaliar a vida útil que o produto terá no armário (Vou usar muito, no dia a dia? Será um item apenas para completar produções em ocasiões especiais?) e definir o investimento que ele merece.

Entre os hits da estação, destacam-se os chinelos (usados com meia em alguns desfiles na temporada internacional), mules e tênis. Os modelos vão dos esportivos às rasteiras ou slip on com toque retrô, em tecidos nobres e com pérolas ou broche. A forma mais atual de usá-los é criando contraste com o estilo da roupa.

CALCADOS-INV-SLIDE

CALCADOS-INV-MULE1

CALCADOS-INV-MULE2O conforto é palavra de ordem da temporada, e, ao lado do moletom e da calça pijama, o tênis conquistou seu espaço em visuais de diferentes estilos. Para enriquecer o look com informação de moda, não esqueça das referências fun e glam, que adicionam patches, bordados, pele e brilho ao visual despojado. Dica: Os tênis que podem ser usados com ou sem pompom no cadarço, “sobrevivendo” quando essa moda for embora.

CALCADOS-INV-TENIS

CALCADOS-INV-TENIS2

(Imagens: divulgação)

Moda

Favoritos da PFW (inverno 17/18)

Da Semana de Moda de Paris, quatro favoritos que mostram tendências de forma palpável, truques de styling para incorporá-las ao visual e ótimas composições hi-lo. Para usar já!

• O futurismo clássico da Chanel

Os tradicionais casaquetos e conjuntos da Chanel aparecem inseridos em uma atmosfera futurista com um toque esportivo na coleção de inverno da grife. Para evocar essas referências, modelagem estruturada, fios metalizados, detalhes em metal, sobreposições (de manga longa, vestido e bermuda, por exemplo), estampas de luas e astronautas e acessórios com detalhes com brilho, espelhados e/ou furtacor. As faixas de cabelo prateadas bordadas com pérolas e pedras resumem bem a mistura do universo clássico da marca com duas inspirações “do momento”: esporte  e futurismo.

pfw-chanel

pfw-chanel-2

• A simplicidade atual da Chloé

Por outro lado, estampas românticas e sapatos “de boneca” trazem um toque retrô à coleção da Chloé. Independente de da referência, a passarela da marca traz boas ideias de styling como a combinação de vestido de couro com camisa leve com laço, o look contrastante com vestido leve e casaco de pele, e o visual com tricô longo, deixando só a barra de renda (da saia ou vestido) à mostra. Tem um vestido vintage? Com cabelo “despenteado” e maquiagem com os olhos bem marcados, a peça ganha novos ares sem esforço.

pfw-chloe

pfw-chloe-2

• Os looks com couro da Saint Laurent

Itens de couro são um investimento seguro quando o assunto é moda. Mas tão importante quanto ter boas peças no armário, é saber atualizá-las a cada estação (para renovar o visual, o humor e não enjoar). Na passarela da Saint Laurent, combinações espertas de jaqueta de couro com moletom e saia de couro com t-shirt branca criam visuais casuais hi-lo, enquanto botas com o cano alto e calça de couro deixam tricôs e parkas charmosos para jantares informais ou happy hour. Para não encurtar visualmente a silhueta, use calça e bota na mesma cor.

pfw-saintlaurent

pfw-saintlaurent2

• As produções com blusão na Alexis Mabille

Mais hi-lo! A Alexis Mabille desfilou blusões em composições nada esportivas. Renda e dourado são os responsáveis por “sofisticar” as peças na passarela e na vida real: pense em produções que misturam moletom e saia de renda, arrematadas por colares ou maxi brinco dourado; ou em camisa de renda + calça de moletom com tênis metalizado. Outro truque do styling da marca para aderir: moletom + camisa, deixando o punho da peça de baixo à mostra.

pfw-alexis-mabille

pfw-alexis-mabille-2

(Imagens: divulgação)

Moda

Brinco + gola

Brinco longo pede blusa com gola simples ou decote profundo? Não necessariamente. Campanhas e editoriais internacionais mostram que brincos marcantes, longos e/ou com pedras, continuarão em alta, e podem sim ser combinados aos tops com detalhes na gola. A campanha de Primavera 2017 da Kate Spade New York, por exemplo, traz cabelos volumosos, maxi brincos e golas com detalhe, de laço ou com broche, ao mesmo tempo: foco total para o rosto, que reafirma a maquiagem leve como tendência para a próxima temporada.

brinco-gola-katespadenewyork-spring2017

brinco-gola-katespadenewyork-spring2017-2

Camisas com tecidos fortes, como a renda colorida, e estampadas não impedem que brincos longos e chamativos “caiam” sobre elas no editorial Gone Girl, da L’Officiel Singapura. Adicionar um brinco grande com design atual é uma boa maneira de atualizar o top de renda preto ou a camisa floral romântica de um guarda-roupa clássico. Nos dias mais frios, a gola de pele não precisa ser o único ponto focal do visual: no pre fall de Prabal Gurung ela divide espaço com um brinco nada discreto.

brinco-gola-lofficielsingapore-gonegirl

brinco-gola-lofficielsingapore-gonegirl-2

brinco-gola-prabalgurung-prefall2017

(Imagens: divulgação)

Moda

Vermelho com roxo

Cada um tem o seu tom de vermelho favorito. E as coleções do pre fall internacional trazem inspirações para coordenar a cor em trios que fogem do óbvio.

Os visuais da J. Mendel e Kimora Lee Simmons provam que vermelho e roxo vão muito bem juntos. Melhor ainda quando pontuados por um neutro claro como bege ou off-white. Para aderir à combinação de forma sutil, experimente uma dupla de bolsa e sapato, um em cada cor, com vestido bege; ou um colar com pedras vermelhas sobre top roxo + jeans e bolsa neutra.

trio-vermelho-jmendel-prefall17
J. Mendel
trio-vermelho-kimora-lee-simmons-prefall17
Kimora Lee Simmons

(Imagens: divulgação)

Moda

Amarelo para o outono/inverno

O amarelo está em alta! E depois de iluminar visuais de verão deve colorir looks de outono/inverno. Nas coleções pre fall 2017 internacionais, a cor aparece em estampas e composições para tirar os neutros do lugar comum ou entrar de vez em combinações arrojadas.

Na coleção da Samuji, estampas que misturam amarelo e branco aquecem o marrom, tom bastante usado nas estações frias e que também pontua a estampa em azul marinho e amarelo. Outra ideia é combinar amarelo, no tom de sua preferência, com bege  e adicionar um acessório marrom.

amrelo-samuji-prefall17-4

amrelo-samuji-prefall17-3

amrelo-samuji-prefall17-2

amrelo-samuji-prefall17-1

Mais ousados, os visuais da Orla Kiely trazem o amarelo ao lado de estampas e shape retrô. As clássicas listras estão em composições que misturam rosa, marrom, amarelo e preto ou dois tons de amarelo com preto e branco. Vai aderir?

amrelo-orla-kiely-prefall17-1

amrelo-orla-kiely-prefall17-2

(Imagens: divulgação)