Moda, TV & Cinema

Figurinos de época (e séries) para se apaixonar

Séries de época são as  minhas favoritas. Mais que emocionantes enredos, The Tudors e Downton Abbey trazem figurinos riquíssimos que, além de encantar pela beleza, mostram que Moda faz parte da história e da estória: caminha com elas e ajuda a contá-las. Dos complexos trajes do século XVI que vestiram a dinastia Tudor, quando as transações comerciais levaram até a Europa tecidos brocados, sedas e novas técnicas de tingimento vindas do oriente, à chegada dos anos 20 e a necessidade de roupas mais leves e descomplicadas, especialmente para as mulheres, presentes no figurino de Downton Abbey, vale a pena se entreter e aprender moda com essas duas premiadas séries.

•  The Tudors

Inspirada na história da dinastia Tudor, o figurino de The Tudors rendeu dois Emmys para a figurinista irlandesa Joan Bergin. Embora não sejam historicamente corretas, as roupas utilizadas nas quatro temporadas de série atendem a expectativa de seu criador, Michael Hirst, que buscou, na construção de The Tudors, criar cenas que “parecessem contemporâneas embora as pessoas ainda estivessem usando trajes históricos” não necessariamente fiéis, como conta o site Boullan citando Hirst: “O pensamento por trás dos trajes era de apresentar (uma era) Tudor desconstruída onde as roupas não seriam puristas e estranhas para um público contemporâneo”.

the-tudors-costume

Mesmo com alguns detalhes da vestimenta original da época retirados, como o codpiece, para os homens, ou adaptados para versões menos detalhadas, o figurino mostra a riqueza de adornos tanto da indumentária feminina como masculina dos nobres da época. Além da sobreposições de tecidos nobres ricamente bordados e detalhes em ouro e pele, as jóias são elementos indispensáveis na corte de Henrique XVIII. O famoso colar de pérolas da rainha Ana Bolena, com a letra ”B” em ouro e três pérolas em formato de gota pendendo sobre o pingente, registrado em pinturas de época e incorporado ao figurino da série, é um dos exemplos mais marcantes.

the-tudors-costume-4

• Downton Abbey

Na construção do figurino de Downton Abbey, assinado por Susannah Buxton e Caroline McCal, peças originais de época e bolsas vintage restauradas misturam-se às roupas confeccionadas especialmente para as personagens. Ganhadora do Globo de Ouro, a série retrata a aristocracia britânica através da rotina da família Crawley e seus empregados em sua propriedade rural chamada Downton Abbey, do final de 1910 e início dos anos 20. A evolução do figurino, de roupas típicas da Bella Époque até os looks mais leves e com menos tecido da década de vinte, retratam as mudanças na estrutura social, e consequentemente na moda, durante o período que a série compreende.

downtonabbey-3

Rico e cuidadoso nos detalhes, o figurino incorpora a personalidade de cada personagem através de sutilezas que vão das cores ao tecido das peças. Além disso, é notável a diferença entre a vestimenta dos serviçais e dos membros da família Crawley, onde as mulheres ostentam belos acessórios de cabelo, como chapéus e tiaras repletas de pedras, e sapatos bordados, que ganham destaque na década de 20 quando o comprimento mais curto dos vestidos os deixa à mostra. As jóias, assim como em The Tudors, são um espetáculo à parte. O sucesso das peças foi tanto que a joalheria 1928 Jewelry Co. lançou, em 2013, uma coleção de bijuterias e acessórios licenciados inspirados no figurino da série.

downtonabbey-2

(Imagens: reprodução)

Beleza, Moda, TV & Cinema

Jackie Kennedy, estilo e beleza na década de 60

Os dias que sucederam o assassinato do ex presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy são o tema do filme Jackie, onde a então primeira dama norte americana será interpretada pela atriz Natalie Portman. Após a divulgação da primeira imagem da atriz no papel, ficou a ansiedade para ver cada look desse figurino, e enquanto ele não chega às telas me resta revisitar os registros da elegância de Jackie. Abaixo, Natalie Portman como Jacqueline Kennedy.

natalie

Jacqueline Kennedy (e posteriormente Onassis), foi primeira dama dos Estados Unidos entre os anos de 1961 e 1963. Em seus visuais clássicos, não faltam tailleurs e casaquetos bem cortados, vestidos com a cintura marcada e pérolas. Os conjuntos monocromáticos minimalistas com modelagem reta e botões grandes que marcaram época aparecem combinados a luvas brancas e jóias atemporais, além de chapéu do mesmo tom.

1

2

17

10

Muito amor pelos visuais brancos! Com poucos detalhes mas muita classe. Mais uma ótima referência para adotar a cor, principalmente em peças com tecidos nobres e/ou com texturas e recortes.

16

23

13

20

Nos vestidos de festa, tecidos estruturados e com brilho + cintura marcada e saia ampla. Com relação às cores, além dos neutros e do vermelho Jacqueline Kennedy aparecia frequentemente com tons pastel.

5

6

23

3

Mais clássicos! Nas estampas, xadrez, animal print e vichy, em acessórios como óculos gatinho…

18

15

oculos

E na beleza. Onde a pele é “leve”, os lábios são cor de boca ou rosados e o cabelo perfeitamente penteado e com volume.

14

beleza

4

Bad hair day? Jackie vai de lenço! Um toque casual bonito e fácil para as peças  elegantes que são sua marca.

22

7

Motivo final para amar: ela tirando esta selfie, há 60 anos, com sua cunhada, Ethel, e o marido John Kennedy. Uma inspiração e tanto!

selfie

Quer ver mais Jackie? Na década de 70, ela adotou estampas coloridas, calças de cintura alta, cintos para marcar a silhueta e maxi óculos, e o Huffington Post mostrou isso e mais um pouco em uma matéria com 85 fotos (aqui) que mostram a evolução de estilo da moça.

(Imagens: reprodução)