Beleza, Comportamento, Moda

Pouca maquiagem

Visuais clean são uma das principais apostas de beleza. Embora as passarelas e capas de revista simulem a “cara lavada” muitas vezes com a mesma quantidade de produtos usados usados para criar uma maquiagem colorida, a proposta de naturalidade entra em cena para acompanhar os visuais descomplicados que estão em alta e, acima de tudo, a busca por um lifestyle mais leve.

De carona no (in)consciente coletivo, e priorizando a saúde da minha pele, abri mão de uma série de “indispensáveis” de maquiagem nos últimos anos. Mais que repensar minhas escolhas, essa mudança de hábito tem a ver com uma nova forma de entender a beleza (a minha e a dos outros) e com um novo olhar sobre regras que não fazem sentido: a relação obrigatória entre estar arrumada e estar maquiada, por exemplo.

madamefigaro

Meses atrás a participante de um programa que promove mudanças no visual informou que não fazia uso de base no rosto. Atendendo à proposta de transformação, a moça topou experimentar o produto mas não deixou de afirmar, após a aplicação, que preferia sua pele sem base. Em seguida, em depoimento individual, a maquiadora disse não entender “como alguém pode não gostar de ver sua pele mais bonita“. Pergunto: quem é que definiu esse conceito único de “mais bonito”?

Eu sou do time que, muitas vezes, acha o “antes” mais bonito que o “depois” em tutoriais de maquiagem; e entre meus itens de beleza diários a base líquida foi o primeiro a perder espaço. Sim! Acho minha pele mais bonita sem ela. Substituída por um produto em pó e mineral, bem menos agressivo, a nova base não tem “alta cobertura”. Cobrir o que e para quê, se minha pele limpa nunca trouxe incômodo algum? Não estou fazendo campanha contra a base. Mas essa obrigatoriedade de “pele uniforme”, como se a ausência de “reboco” fosse sinônimo de desleixo, é cafona.

Indo além, o título desse post não refere-se apenas aos produtos de beleza. O questionamento vale para toda a “maquiagem” que nos é exigida acompanhada de argumentos rasos.  Em um exemplo pessoal, como profissional de Moda cansei de ouvir que preciso estar sempre com o look impecável: “vai que” algum potencial cliente me conhece sábado a tarde no mercado e eu não estou “com cara” de profissional do mundo fashion?

Poupem-me! A reputação profissional de ninguém é abalada por um moletom com chinelo na fila do pão. Não usar base não quer dizer não gostar de estar bonita. Preferir “cara lavada” não é falta de cuidado. Alternar dias com maquiagem e dias sem maquiagem é, inclusive, uma das minhas maneiras de cuidar da pele.

Tudo isso para voltar a falar sobre beleza, agora sob novos ângulos. Recentemente enquanto reorganizava as categorias do blog notei a ausência de publicações sobre o tema, antes mais frequente. Estou menos vaidosa? Pelo contrário. A vaidade só aumentou, mas a maneira de entendê-la mudou. Pouca maquiagem, e cada vez mais satisfação com o que reflete o espelho. Espero em breve compartilhar novas práticas, produtos e hábitos de beleza pé no chão.

A imagem que ilustra o post é do editorial Quoi de neuf beauté, da Madame Figaro (setembro de 2017).

(Foto: Pawel Pysz)

Anúncios
Beleza

Cor e ousadia na maquiagem

Um tom vibrante de roxo é destaque na campanha de primavera da Tom Ford Beauty. Gostou? A cor aparece, em diferentes tonalidades, como uma das principais tendências de beleza também em editoriais na Elle Suécia  e na Net-a-Porter Magazine, trazendo novas possibilidades de beleza em uma temporada onde predominam os tons terrosos.

TOM-FORD-SPRING17

ELLE- Suecia-ABRIL17-2
Elle Suécia (abril de 2017)
ELLE- Suecia-ABRIL17-1
Elle Suécia (abril de 2017)

Após um bom tempo de lábios opacos em evidência, marcas de maquiagem e publicações especializadas mostram batons com acabamento cremoso. Além disso, outro detalhe chama a atenção: os lábios com contorno aparente estão de voltando? Da sutileza dos ombré lips na campanha da Tom Ford Beauty à contornos bem marcados na Net-a-Porter Magazine e na Elle França, parece que o revival dos anos 90 não ficará apenas no guarda-roupa.

TheEdit-Net-A-Porter-Magazine-PUSH-IT-2
Net-a-Porter Magazine
ELLE-FRANCE-WHATS-NEW-2
Elle França (março de 2017)

Das décadas passadas, a explosão de cores dos 80’s também parece estar viva quando o assunto é beleza. Visuais contrastantes, que misturam roxo, azul e cor-de-rosa, coloridos e metalizados atualizando o delineado gatinho ou contornando os olhos, e até sobrancelhas vibrantes, enchem de inspiração a bancada de quem gosta de ousar na maquiagem. Para um toque diferenciado na beleza leve, com pouca cor e cabelos presos, adicione uma boa dose de glitter rente aos cílios inferiores.

ELLE- Suecia-ABRIL17-3
Elle Suécia (abril de 2017)
ELLE-FRANCE-WHATS-NEW-3
Elle França (março de 2017)
ELLE-FRANCE-WHATS-NEW-1-MARCO
Elle França (março de 2017)
ELLE-FRANCE-WHATS-NEW-6
Elle França (março de 2017)

ELLE-FRANCE-WHATS-NEW-4
Elle França (março de 2017)

(Imagens: Mikael Schulz para Elle Suécia; Zoe James para Net-a-Porter Magazine; Steven Pan para Elle França e divulgação)

Beleza, Viagem

Maquiagens e cosméticos made in Italy + Boas compras de beleza na Itália e em Paris

Com saudades de falar sobre beleza, e satisfeita com a maior parte das compras feitas na Itália, volto a atualizar a seção de beauté com minhas aquisições made in Italy e mais um pouco.

A marca de maquiagens italiana Kiko, que abriu sua primeira loja por aqui no final do ano passado, foi minha primeira parada de beleza da viagem. Desde que uma amiga me presenteou com um duo de sombras da marca estava ansiosa para testar outros produtos, e em meu segundo dia em Roma visitei uma das muitas (muitas mesmo!) lojas da Kiko, e não parei mais. Não sei dizer em quantas “Kikos” entrei, e em cada uma delas descobri um produto ou desconto diferente. De lá vieram grande parte dos presentes que trouxe, além de diversos produtos da minha atual lista de favoritos.

Um deles é o corretivo laranja (8,95  €), indicado para neutralizar olheiras roxo-acinzentadas. Experimentei o produto na loja e adorei o efeito já na primeira aplicação: cor e textura suaves (fácil de espalhar) e uma boa cobertura. Tenho olheiras escuras e vale dizer que o produto não as cobre totalmente. Como esse não é meu objetivo, para suavizá-las é o suficiente.

Outro favorito é a sombra em bastão (6,95  €) que, bem pigmentada e muito prática, entra também para a lista de arrependimentos: arrependimento por não ter comprado outras cores! Não craquela, é suave, dispensa pincel e dura o dia todo (segundo a embalagem, ela dura oito horas). Eficiente tanto para maquiagens para o dia como para visuais noturnos, dependendo da intensidade. Mais produtos para os olhos que aprovei: a máscara de cílios extra volume Luxurious Lashes (7,95  €), o lápis delineador (5,50  €), que ficou de fora da foto mas aparecerá em breve por aqui, e o curvex da marca.

A dupla de lip scrub Velvet Lips + lip balm Kiss Balm (a caixa vermelha na foto da sacola) é excelente para esfoliar e hidratar os lábios, preparando-os para o batom. Quando o assunto é batom destaco os batons em lápis (3,95  €), mais um item de maquiagem super prático.

COSMETICOS-MAQUIAGENS-KIKO-1

20160815_165830
A minha “sacola final” da Kiko

Visitei outras lojas de maquiagem, incluindo a Wycon Cosmetics que também tem coisas bacanas a preços amigos e onde comprei apenas uma escova de cabelo (essa!), mas fui econômica nos itens. Não uso muita maquiagem, e sempre prefiro gastar em cremes e outros cosméticos. Por isso, passei um tempo considerável em frente às prateleiras de beleza do Eataly, em Milão.

Em uma publicação sobre Milão comentei sobre o Eataly, um mercado italiano (com filial no Brasil, em São Paulo) que conta com uma seção de beleza super “recheada” de produtos italianos e muitos cosméticos naturais. No Eataly comprei uma água termal da Terme Di Lurisia, uma máscara facial de maracujá e um hidratante de tomate preto (!). Todos com preços interessantes (nas fotos é possível ver o preço de alguns itens) e naturais.

A máscara facial, da Dottoressa Reynaldi, me assustou um pouco na primeira aplicação: a pele fica com aspecto oleoso, mas basta alguns minutos para que a pele absorva o produto e fique super hidratada (não oleosa). O hidratante facial anti sinais, que me conquistou pela embalagem similar a de uma geleia, é meu creme de uso diário atual; e apesar da textura um pouco mais consistente que a do meu hidratante noturno (da Natura Chronos), é bem suave na pele (e o cheiro é delicioso).

eataly-2
Cosméticos no Eataly, em Milão

eataly-1

COSMETICOS-MAQUIAGENS-EATALY-1

Lugar imperdível para apaixonadas por produtos de banho e cosméticos em Roma: a Farmácia Piazza Di Spagna. Comentei sobre ela no post sobre compras em Roma (aqui), e de lá trouxe um protetor solar (12,90 €) e um óleo (15 €) que pode ser usado tanto no cabelo como no corpo. Ainda não testei o produto nos fios, mas no quesito hidratação corporal é maravilhoso!

Foi também em Roma, mais precisamente na estação Roma Termini, que comprei alguns produtos da marca francesa Yves Rocher. O demaquilante bifásico (6,90  €) é um dos melhores removedores de maquiagem que já experimentei: limpa mesmo e não extrapola na oleosidade. Outro aprovado da Yves Rocher é o gel refrescante Hydra Vegetal (13,90  €), para atenuar bolsas e olheiras e deixar uma sensação refrescante na área dos olhos pela manhã. Em Curitiba, a loja da marca fica no piso superior do Park Shopping Barigüi.

COSMETICOS-MAQUIAGENS-ITALIA-PARIS

Em Paris, algumas compras na Sephora. Como grande parte das aquisições são produtos já bem conhecidos, destaco dois itens que comprei pela primeira vez e que vale a pena adquirir por lá: a base mineral da bareMinerals (31,50 €), que parece não estar mais disponível nas lojas brasileiras, e o Surf Spray capilar da Bumble and Bumble (15 €), pois nunca vi para vender por aqui. Não apenas a base mas todos os produtos da bareMinerals são uma excelente escolha para “portadoras” de peles sensíveis e o Surf Spray é minha dica para quem, como eu, gosta de deixar o cabelo com aquele ar despenteado e com um pouco mais de volume.

(Fotos: acervo pessoal)

Beleza, Moda

Oscar 2017

Enquanto as avenidas brasileiras ganharam cores com o Carnaval, no Tapete Vermelho do Oscar 2017, em Los Angeles, predominaram os neutros. Mas não faltou brilho.

Karlie Kloss, de Stella McCartney, e Priyanka Chopra, vestindo Ralph & Russo, pontuaram seus vestidos brancos com choker e braceletes largos respectivamente. Naomie Harris, em um modelo Calvin Klein com recorte e cauda, levou brilho também para a sandália colorida com detalhes em locais diferentes em cada pé.

karliekloss-stellamccartney

karlie-kloss

priyankachopra-ralpherusso

naomie-harris-calvinklein-2

Com vestidos ricos em bordados, Isabelle Huppert e Olivia Culpo também escolheram cores claras para a premiação. Isabelle Huppert levou personalidade para o visual com lábios vermelhos e unhas escuras, em um visual glamouroso e moderno com direito a brinco ear cuff.

isabelle-huppert-blog

isabelle-huppert-blog2

Vestindo Marchesa, Olivia Culpo combinou o modelo com uma pitada de anos 20 com penteado bem liso e maquiagem colorida nos olhos dividindo opiniões.

olivia-culpo-marchesa-3

olivia-culpo-marchesa-2

E já que o assunto é cabelo e maquiagem, Nicole Kidman, de Armani Privé, tem uma das minhas belezas favoritas da noite: a dupla clássica batom vermelho + coque baixo iluminaram ainda mais o rosto da atriz, já destacado pelo vestido nude bordado, não permitindo que o visual ficasse apagado.

nicole-kidman-armani-prive-blog

nicolekidman

nicole-kidman-armani-prive-3

Emma Roberts também vestiu Armani Privé. Com modelos parecidos, ela e Michelle Williams, de Louis Vuitton, mostram que as escolhas de beleza mudam completamente a produção e são capazes de adaptar o vestido ao estilo pessoal…

emma-roberts-armani-prive

michelle-williams-louisvuitton-3

E modernizar peças clássicas como o vestido tomara que caia, Christian Dior, da Kirsten Dunst: lábios coloridos e penteado assimétrico com os fios “fora do lugar” para um look com personalidade.

kirsten-dunst-christiandior-3

kirsten-dunst-christiandior-2

Outro Dior no Tapete Vermelho: o vestido prateado de Charlize Theron, peça que tem tudo para protagonizar um look incrível… Mas que deixou a sensação de “algo está faltando”, assim como o visual da Laura Dern, com um vestido Rodarte bordado que estaria melhor acompanhado de um penteado preso.

charlize-theron-dior-3

lauradern-rodarte

Cabelo + colar +  decote assertivos: Taraji P. Henson, em um belo Alberta Ferretti de veludo azul. O cabelo curto com volume equilibra o decote aberto e o desenho do colar encaixa-se perfeitamente ao modelo. Clutch e sapato combinando deixam a produção sofisticada. Mais um cabelo que valorizou o vestido: o curto com volume da Viola Davis, de Armani Privé.

taraji-p-henson-albertaferretti-blog

viola-davis-armaniprive2

• Os melhores

Sofia Carson abre a lista das melhores desse ano com a delicadeza de um vestido branco com a saia volumosa e camadas que, mesmo com escolhas clássicas de beleza, resultou em um visual leve e jovial. O “segredo” são os bordados dispersos, o brinco pequeno (sem colar combinando), e as unhas escuras em contraste com o batom. Toque final: um acessório preciso no cabelo.

sofia-carson-blog

sofia-carson

A saia volumosa equilibrou a silhueta da Octavia Spencer, que escolheu um modelo Marchesa que chama a atenção para os ombros. A atriz também acertou ao escolher brincos leves, apesar de longos, e deixar o colar de fora da produção; e foi mais uma a optar por um penteado descomplicado. Deu muito certo!

octavia-spencer-marchesa-3

octavia-spencer-marchesa-2

Mais ombros em evidência. Depois da polêmica com Karl Lagerfeld, Meryl Streep vestiu um conjunto Elie Saab e marcou presença em diversos veículos entre as mais bem vestidas da 89.ª cerimônia de entrega do Oscar. Com maquiagem leve e brinco clássico (além de uma pele que dispensa comentários), Meryl apostou em um penteado simples e sapatos combinando com o modelo para um visual moderno e elegante.

meryl-streep-eliesaab-2

meryl-streep-eliesaab-3

Cabelos ruivos com ondas + batom vermelho + dourado: Emma Stone diva de Givenchy no Tapete Vermelho. Com um modelo de alças finas e bem decotado, o brinco longo não pesou no look. Para que um visual com tantos elementos marcantes não apreça carregado, a dica é optar por vestidos que deixam o colo à mostra.

emma-stone-givenchy-blog

emma-stone-givenchy-3

(Imagens: reprodução)

Beleza, Moda, TV & Cinema

BAFTA 2017

No último domingo aconteceu, além do Grammy, o British Academy Film Award. E com tantos visuais incríveis, minhas cinco favoritas do Tapete Vermelho do BAFTA precisam ser compartilhadas.

Vestindo Alexander McQueen, Kate Middleton acertou no visual dramático com estampa floral e jóias que não deixam seu estilo de lado. Sem perder a identidade, mas adequado ao peso visual e volume do vestido, o maxi brinco tem design clássico.

kate-alexandermcqueen

kate-alexandermcqueen-2

Holliday Grainger também vestiu floral com fundo preto, mas combinou o modelo com batom e unhas escuras e cabelo desalinhado em um look cheio de personalidade. É um dos meus favoritos ao lado do visual da Emily Blunt, mais uma a escolher Alexander McQueen para atravessar o tapete vermelho.

Mais que um impactante vestido bordado, Emily Blunt foi muito feliz na escolha dos acessórios: um maxi anel de libélula + brinco em uma das cores do bordado pontuando com um detalhe lúdico e uma cor marcante o look com detalhe retrô mas muito atual.

hollidaygrainger

emilyblunt

emilyblunt-3

emilyblunt-2

Brilhando muito, Michelle Williams, de Louis Vuitton, e Emma Stone, de Chanel, fecham a lista. Michelle Williams mostra que sandália com tiras largas pode sim completar visuais de gala. Para não parecer “pesada” demais, ela precisa ser combinada a outro detalhe, elemento ou acessório com o mesmo peso visual. Aqui, o bordado é o responsável por esse equilíbrio.

No visual de Emma Stone, os cabelos lisos penteados para trás + maquiagem em tons neutros compõe a beleza perfeita para não deixar o conjunto bordado com sapato e brinco combinando over. Impecável.

michellewilliams-louisvuitton

emma-stone-chanel

emma-stone-chanel-2

(Imagens: reprodução)

Beleza, Moda

SAG Awards 2017

Modelos que valorizam os ombros, transparências e  texturas destacaram-se no Tapete Vermelho do SAG Awards 2017, que além do branco e off-white, em alta, trouxe boas surpresas com vestidos marcantes e coloridos.

Meryl Streep, de Valentino, e Natalie Portman, vestindo Dior, atravessaram o Red Carpet em vestidos brancos com decote fechado e brincos longos. Desafiando as “leis da compensação”, Meryl Streep combinou cabelo solto + brinco longo + óculos + decote fechado + estampa. O segredo para não pesar: a cor clara do vestido, a delicadeza da estampa e o design “leve” do brinco e do óculos. No visual de Natalie Portman são as mangas mais curtas que equilibram o volume do vestido.

merylstreep-valentino

merylstreep-valentino-2

natalieportman-dior

Mais branco: Brie Larson, de Jason Wu, e Rebecca Romijn escolheram modelos que destacam os ombros e as permas através da fenda. O detalhe também aparece, de forma mais discreta, no vestido Vivienne Westwood de Viola Davis. Viola acertou na combinação de colar clássico impactante com decote geométrico, valorizada pelo cabelo solto com corte acima dos ombros.

brielarson-jasonwu

rebeccaromijn

violadavis-viviennewestwood

Tomara que caia e cabelo solto, com despretensiosas ondas, no visual de Kirsten Dunst. O vestido Dior que mistura transparência e texturas traz ainda uma delicada alça bordada. Nota pessoal: Um colar mais fino estaria mais coerente com a produção.

kirstendunst-dior

kirstendunst-dior-2

E já que o assunto é transparência e textura, que tal o modelo J. Mendel da Julie Bowen e o vestido Roberto Cavalli Couture da Emily Blunt? Enquanto Julie Bowen economizou nos acessórios, Emily Blunt criou um lindo contraste entre jóias e vestido usando um tom escuro de rosa nos acessórios. Adorei!

juliebowen-jmendel

emilyblunt-robertocavallicouture

emilyblunt-robertocavallicouture-2

Tons pastel também no visual da atriz Talulah Riley, que mistura o romantismo das cores claras com maquiagem neutra e penteado “amassado”. O resultado é leve e jovem assim como o look da atriz Annalise Basso: delicadeza nas formas e no tecido iluminados pela cor marcante.

talulahriley-1

talulahriley-2

annalisebasso

annalisebasso-2

Mais uma forma de trazer leveza aos clássicos: jóias com pedras coloridas. Essa foi a escolha de Bryce Dallas Howard, que combinou um sensual vestido vermelho ao colar duplo com pequenas pedras coloridas.

brycedallashoward-dressthepopulation-2

brycedallashoward-2

Do vermelho para o azul de Ellie Kemper que, assim como Evan Rachel Wood, trouxe o veludo, tendência para as próximas estações, para o Tapete Vermelho da premiação. Com um elegante conjunto Altuzarra, Evan Rachel Wood destacou seu rosto com batom vermelho e brincos pequenos.

elliekemper-waiming

evanrachelwood-altuzarra

Listras no vestido Naeem Khan, da Yara Shahidi e no visual da Michelle Williams, que vestiu Louis Vuitton. Com bordados ricos, multicoloridos ou em uma sofisticada combinação de prata, grafite e dourado, os dois modelos foram combinados a acessórios discretos e penteados sem volume. Muito amor pela beleza da Yara Shahidi: maquiagem que mistura tons de marrom e rosa e coque trançado.

yarashahidi-naeemkhan

yarashahidi-1

michellewilliams-louisvuitton

Dourado com preto no visual da Julia Louis-Dreyfus, com vestido Lela Rose, e dourado com roxo (!) em um contraste que deu super certo no look da Samira Wiley.

julialouis-dreyfus-lelarose

samirawiley

samirawiley-2

Sofia Vergara, de Zuhair Murad, e Thandie Newton, de Schiaparelli, optaram por modelos preto e branco não tradicionais e com muita textura. Sofia Vergara levou cor ao visual através do batom e esmalte pink.

sofiavergara-zuhairmurad

thandienewton-schiaparelli

Tão impactante quando o look de Thandie Newton é o visual de Emma Stone. O vestido Alexander McQueen escolhido pela atriz mistura romantismo e sensualidade em uma peça com o “drama” característico da grife. Como complemento, brincos com um toque de verde e beleza clássica: delineado preto e penteado lateral com ondas.

emmastone-alexandermcqueen

emma-stone2

Em tempos de ombros em evidência, Octavia Spencer e Shannon Purser souberam usar a moda a seu favor. No modelo Christian Siriano, com transparência nos ombros, usado por Octavia Spencer, o detalhe com babado abaixo da cintura equilibra a silhueta (ombros e quadris) enquanto o comprimento perfeito (nem curto demais, nem comprido demais) da parte superior não achata visualmente. Da mesma forma, o decote aberto do vestido Tadashi Shoji, da Shannon Purser, não “aumenta” excessivamente os ombros quando ao lado da saia volumosa. O resultado são dois visuais elegantes e equilibrados.

octaviaspencer-tadashishoji

shannonpurser-christiansiriano

• Os melhores

O vestido bordado da gola (alta) à bainha combinado a uma beleza despretensiosa, com maquiagem neutra e cabelos “despenteados”, motivou meu amor pelo visual de Giuliana Rancic. A apresentadora também acertou na escolha do sapato, combinando com o vestido em cor, estilo e transparência. Contrastes bem resolvidos, com referências esportivas no formato do decote e materiais de luxo, tem tudo a ver!

giulianarancic

giulianarancic-2

Nicole Kidman roubou a cena com um vestido Gucci bordado com paetês e canutilhos e foi “convidada” por muitos comentaristas virtuais para o nosso Carnaval. Ousado e com (adivinhem?) os ombros em evidência, o modelo com decote profundo ainda conta com uma leve transparência nessa área e babados. Com um vestido tão impactante, acessórios delicados e penteado preso são a melhor escolha.

nicolekidman-gucci-2

nicolekidman-gucci-3

Os tons vibrantes do vestido listrado Elie Saab da atriz Michelle Dockery a deixaram iluminada! E é assim que deve ser. O contraste de cores com a presença do preto nos detalhes não poderia ser mais atual; e levar amarelo e coral para o brinco e batom não poderia ter dado mais certo: a proposta é colorida! E moderna: listras no vestido e altura no penteado.

michelledockery-eliesaab

michelledockery-eliesaab-2

(Imagens: reprodução)

Beleza, Moda

Hi-lo e beleza

O conceito hi-lo, da expressão em inglês high-low (alto e baixo), está cada vez mais fortalecido na moda. Isso porque misturar peças básicas, ou baratas, com itens sofisticados ganhou força com os contrastes de estilo que estampam as publicações especializadas e vitrines e aparece também na beleza. Além da combinação de beleza leve com vestidos de gala, maquiagens cheias de brilho acompanham cabelos soltos despenteados ou presos descomplicados em editoriais mundo afora.

Na capa da Harper’s Bazaar Cazaquistão (dezembro de 2016), e no editorial Neon Angel, a top Aline Weber aparece com maquiagem marcante, com olhos esfumados, cor e brilho, e cabelos bagunçados. Fios soltos com aspecto natural também estão no editorial Midnight Sun, da Elle França (dezembro de 2016), ao lado de modelos luxuosos e boca vermelha com glitter. Penteado? Coque com cara de feito em casa + acessório “rico”.

harpersbazaarkazakhstan-neon-angel-dez16-ph-yuliagorbachenko

harpersbazaarkazakhstan-neon-angel-dez16-ph-yuliagorbachenko-2

ellefranca-midnightsun-dez16-gregoryderkenne-2

ellefranca-midnightsun-dez16-gregoryderkenne

ellefranca-midnightsun-dez16-gregoryderkenne-3

(Fotos: Yulia Gorbachenko para Harper’s Bazaar Cazaquistão e Gregory Derkenne para Elle França).

Beleza, Moda

Golden Globes 2017

Entre os modelos coloridos, os tons claros destacaram-se no Tapete Vermelho do Golden Globe Awards 2017. Azul, rosa, amarelo e flores em detalhes e bordados, marcaram presença em visuais não necessariamente românticos. De Prada, Jessica Chastain equilibrou a doçura do tom pastel + bordado delicado com decote profundo e cabelo preso sem volume; enquanto Reese Witherspoon, de Versace, apostou em um tomara-que-caia justo e com fenda e franja assimétrica para acompanhar o amarelo claro.

jessicachastain-prada

reesewitherspoon-versace

Hailee Steinfeld vestiu Vera Wang. O modelo lilás, assim como diversos outros visuais que atravessaram o Tapete Vermelho da premiação, valoriza os ombros com um recorte nessa região. Destaque para os ombros também nos vestidos cor de rosa bordados de Lola Kirke e Connie Britton, que acertou na escolha da clutch em um tom escuro de azul: fugiu do óbvio e ficou interessante ao lado do rosa + lilás (dos detalhes do vestido).

haileesteinfeld-verawang

lola-kirke

connie-britton

Com um detalhe volumoso nos ombros e decote, o vestido rosa de Carrie Underwood dividiu opiniões assim como o modelo Gucci de Felicity Jones, com excesso de detalhes “fofos” que deixaram o visual infantil…

carrieunderwood

felicityjones-gucci

Ao contrário do floral escolhido por Laura Dern, com fundo nude e tons escuros. O vestido Burberry valorizou o corpo, a pele e o cabelo da atriz, que deixou o modelo brilhar com poucos acessórios e maquiagem leve.

lauradern-burberry

Também com poucos acessórios, Brie Larson foi uma das poucas que usou vermelho. O modelo Rodarte foi combinado a uma beleza clássica, com batom da mesma cor e cabelo com ondas.

brielarson-rodarte

Branco e off-white, nudes, prateados e dourados dominaram o Red Carpet do Globo de Ouro esse ano. Emma Stone foi, mais uma vez, uma das mais elogiadas com um vestido Valentino cheio de estrelas. Assim como ela, Nicole Kidman e Drew Barrymore também apostaram no branco + prateado com pouca cor na beleza. Os modelos com ombros à mostra são Alexander McQueen e Monique Lhuillier respectivamente. Repare que a premiação confirmou os penteados despretensiosos como tendência para visuais de festa.

emmastone-valentino

nicolekidman-alexandermcqueen

drewbarrymore-moniquelhuillier-2

Millie Bobby Brown combinou o vestido mais curto, Jenny Packham, com a sandália. Para funcionar, e não ficar antiquado, visuais de festa combinados pedem poucos acessórios e cartela de cores sem contraste ou monocromia. Optar uma beleza moderna à composição combinada clássica ajuda a “amadurecer” o visual.

milliebobbybrown-jennypackham

O cabelo curto de Kristen Wiig é perfeito para o vestido Reem Acra com gola alta. Porém, o bracelete dourado largo pesou no visual, que traz textura delicada + maquiagem leve. E por falar em textura, Kristin Cavallari  e Natalie Morales vestiram modelos texturizados pelos bordados geométricos.

kristenwiig-reemacra

kristincavallari

natalie-morales

O decote geométrico fez toda a diferença no vestido sereia de Romona Keveza de Regina King. O modelo clássico foi combinado à acessórios atuais e cabelo leve em um look moderno…

regina-king-romona-keveza

Só não mais que o visual da Ruth Negga, que roubou a cena com um vestido Louis Vuitton prateado e com zíper.

ruthnegga-louisvuitton

Vestidos com brilho do decote à barra dificilmente ficam de fora do Tapete Vermelho, e geralmente são vistos como perigosos: eles podem mostrar demais ou aumentar visualmente. Quebrando essa e outras regras, como a de que decotes fechados e manga comprida achatam seios volumosos, Yvette Nicole Brown foi uma das mais deslumbrantes do Golden Globes 2017. A modelagem valorizou o corpo e o penteado assimétrico + brinco longo não deixou o brilho do vestido ofuscar o rosto iluminado com maquiagem leve.

yvettenicolebrown

Sofia Vergara brilhou com mais um modelo com recorte nos ombros. Ao contrário dos anteriores, o vestido Zuhair Murad Couture usado pela atriz não tem volume nas mangas. A escolha do penteado preso é perfeita para a dupla brinco longo + vestido bordado.

sofiavergara-zuhairmuradcouture

Tão deslumbrante quanto o vestido da Sofia Vergara é o modelo Ralph Lauren escolhido por Priyanka Chopra que, ao contrário da primeira, não foi tão feliz na escolha da beleza: a combinação de cabelo solto + batom escuro pesou no visual dourado com mangas longas que ainda traz um colar marcante. Muito.

priyankachopra-ralphlauren

Informação demais também no look de Chrissy Teigen: o vestido Marchesa bordado e com gola alta não precisava de brinco longo e volumoso + batom escuro.

chrissy-teigen-marchesa

chrissy-teigen-marchesa2

Blake Lively foi mais uma que exagerou nos detalhes. O vestido Atelier Versace da atriz tem tecido pesado, tem detalhe prateado na gola e na cava, tem recorte geométrico, tem cauda e como se toda essa informação não bastasse foi combinado à dupla de braceletes largos com pedra verde + anel + unhas decoradas.

blakelively-atelierversace

blakelively-atelierversace-2

É difícil errar com preto e branco, maquiagem leve e cabelo clássico, mas a escolha da gargantilha preta com laço  tirou do visual da Michelle Williams a formalidade que a cerimônia exige. O vestido Louis Vuitton (mais um com os ombros à mostra) estaria melhor acompanhado, nessa ocasião, de uma joia clássica…

michellewilliams-louisvuitton

Enquanto um penteado preso faria tanto o vestido como Julia Louis-Dreyfus brilhar mais: a confusão de detalhe de um ombro só + cabelo tira a atenção do rosto da atriz.

julialouis-dreyfus

Mas o preto e branco que deu certo mesmo foi o conjunto de alfaiataria Altuzarra da Evan Rachel Wood. Mais elegante impossível e uma ótima escolha para os lábios: nem claro, nem escuro.

evanrachelwood-altuzarra

E um exemplo de cabelo solto que funcionou foi o da Mandy Moore que, penteado para trás, fez um fundo bonito para o brinco longo e não ofuscou os detalhes do vestido Naeem Khan, com recortes e decote geométricos e transparência.

mandymoore-naeem-khan

Esses detalhes também aparecem no vestido de alta costura da Chanel de Riley Keough, que, apesar de difícil, foi bem coordenado ao penteado preso + batom vermelho e acessórios discretos.

rileykeough-chanel-haute-couture

Amy Adams, de Tom Ford, e Susan Kelechi Watson, de Romona Keveza, combinaram vestidos pretos com cabelos sem volume, um solto e outro preso, maquiagem em cores neutras e brinco longo em dois visuais impactantes sem exageros.

amyadams-tom-ford

susankelechiwatson-romona-keveza

• Os melhores

Em um Tapete Vermelho sem muito “uau”, a primeira que me fez suspirar foi Natalie Portman em um elegante vestido Prada. Com beleza clássica e jóias Tiffany & Co.  vintage, a atriz mostrou que cores vibrantes podem ser extremamente elegantes, e a escolha de clutch quadrada traz um toque moderno delicado e super bem vindo.

natalieportman-prada

natalieportman-prada-2

make-natalieportman

Moderno é o visual de Thandie Newton que, comparado a um cigarro por alguns, conquistou meu coração. A sofisticada mistura de branco e dourado aparece de forma atual e as jóias clássicas ganham leveza com o uso do colar “solto” nas costas. O penteado perfeito para esse visual com contrastes sutis: rabo de cavalo (moderno) com leve volume na parte da frente (clássico).

thandienewton

thandienewton2

make-thandienewton

Entre tantos vestidos cor de rosa o Zuhair Murad de Lily Collins roubou a cena. Mais do que um belo modelo “de baile”, com muita renda e saia ampla, o tom escolhido ficou impecável na pele da atriz. Além do vestido certo, o segredo do sucesso do visual da Lily Collins está na beleza que mistura clássico e atual: rosa + vermelho (opaco) na maquiagem e um coque alto e perfeitamente bagunçado com trança.

lilycollins-zuhair-murad

make-lily-collins

Kristen Bell desfilou um dos meus modelos favoritos do Tapete Vermelho do Globo De Ouro 2017. O vestido Jenny Packham da atriz tem decote profundo quadrado e detalhes opacos, em um modelo cheio de brilho, que remetem à alfaiataria. Para enriquecer essa mistura de materiais, Kristen Bell adicionou uma clutch, também preta, em outro material à composição. Cabelo com ondas e jóias clássicas dão o toque final perfeito. Amei!

kristenbell-jennypackham

kristenbell-jennypackham-2

Mais um vestido Zuhair Murad entre as favoritas: a modelo Olivia Culpo atravessou o Red Carpet com um modelo estampado e bordado de tirar o fôlego. Com decote trançado e fundo preto, o vestido volumoso ainda deixava as costas à mostra. O coque baixo e o batom em um tom claro de marrom deixaram o visual dramático sem pesar (lábios vermelhos poderiam ser demais); e o brinco volumoso, mas não longo, chamou a atenção para o rosto sem “brigar” com os detalhes da parte de cima do vestido.

olivia-culpo-zuhairmurad

make-olivia-culpo

(Imagens: reprodução)

Beleza, Moda, Viagem

Compras em Roma: Piazza di Spagna, Via del Corso e arredores

Uma das principais praças de Roma, a Piazza di Spagna abriga mais que a igreja Trinità dei Monti e a bela Fontana della Barcaccia, fonte esculpida nos primeiros anos do período barroco: ao seu redor encontram-se algumas das mais importantes marcas de Moda do mundo. Com suas vitrines impecáveis, Emilio Pucci, Missoni, Dolce & Gabbana e outras grifes mostram as principais apostas da temporada, mas o passeio por essa região da capital italiana vai além do mercado de luxo.

antica-sartoria
O verão da marca Antica Sartoria. Roupas, acessórios e um espaço super colorido com diversos pontos de venda, um deles na Via della Croce, próxima à Piazza di Spagna.

Diversas ruas estreitas “deixam” a Piazza di Spagna em direção à Via del Corso. Charmosas com seus bares e restaurantes com mesas na calçada, elas estão cheias de pequenas lojas para serem descobertas. Na Via della Croce, por exemplo, estão a flagship da Carthusia, uma perfumaria artesanal italiana, e lojas das marcas locais Abitart, da designer Vanessa Foglia, e Antica Sartoria, com peças e visual cheios de personalidade. A região também conta com muitas lojas de artigos em couro, jaquetas, bolsas, luvas e outros acessórios, e é possível encontrar ótimas bags por 45 €.

carthusia-perfumaria
Alguns produtos da perfumaria artesanal Carthusia. Perfumes, cosméticos e aromas para a casa.

Chegando à Via del Corso, lojas para todos os gostos e bolsos em toda sua extensão, que vai da Piazza del Poppolo até a Piazza Venezia, onde fica o imponente Altare della Patria. De marcas italianas às grandes redes de fast fashion como Zara e H&M, passando por importantes marcas de beleza, sejam elas locais como a Kiko ou mundialmente conhecidas como a Sephora, até a nossa Havaianas está por lá.

via-del-corso-compras-em-roma

abitart
Campanha da marca Abitart. Alfaiataria moderna com um toque retrô e muita mistura de texturas e tecidos.

Quem gosta de fazer compras certamente vai “ir e vir” pela Via del Corso por um tempo considerável. Ao final do dia, escolha um dos restaurantes próximos para apreciar uma pasta italiana com uma taça de vinho ao ar livre.

• Beleza na Piazza di Spagna

Em minha segunda visita à Piazza di Spagna, grata surpresa ao conhecer a Farmacia Piazza di Spagna: um visual encantador e uma linha de produtos próprios lindos e cheirosos. Sabonetes, espuma de banho, produtos para o cabelo, hidratantes para o rosto e corpo, lip balm e solares (protetor solar e gel pós-sol), além de cosméticos masculinos para barbear.

farmacia-piazza-di-spagna-2

Ótimos para presentear, pois as embalagens (e a sacola preparada com papel de seda pela atendente) são lindas, e tentadores para experimentar. Comprei um óleo corporal (15 €) e um protetor solar (12,90 €), que comecei a usar no dia seguinte. Estou amando!

(Imagens: acervo pessoal e divulgação)

Beleza

Cabelo ao vento

Depois do sucesso da maquiagem “nude”, é a vez de cabelos com aspecto natural roubarem a cena (algumas vezes ao lado delas, que continuam em alta). Importantes publicações de moda e marcas de peso, como as francesas Hermès e Lanvin, apostaram em fios soltos e “desalinhados” em visuais para a capa e passarela. Abaixo, Kate Moss  para a Vogue britânica de maio de 2016.

britishvogue_may16

O estilo vai ao encontro de uma moda que traz o conforto e a praticidade como palavras de ordem, mas não está restrito a produções com essa proposta: além das grifes já citadas, eles aparecem ao lado dos sofisticados looks de inverno da Balmain, na semana de moda de Paris, e também no Tapete Vermelho. No Globo de Ouro desse ano, a atriz Olivia Wilde combinou seu sofisticado vestido vermelho com um cabelo leve, com despretensiosas ondas. Nas imagens, as belezas de inverno 2017 da Hermés e Balmain em Paris.

cabelo-hermes

cabelobalmain

Cortes de cabelo em camadas e produtos finalizadores contribuem para manter o movimento dos “despenteados”. Invista na versatilidade, e na praticidade, dos fios com aspecto de intocados e deixe o vento bater.

(Imagens: reprodução)