Comportamento, Moda, TV & Cinema

Lady Di: Documentário e visuais inspiradores

Desde o anúncio de seu noivado com o Príncipe Charles, Diana Frances Spencer não mudou apenas sua própria vida, mas tornou-se um marco na história da monarquia britânica. O interesse da mídia por cada detalhe que a envolvia também alterou os rumos do que conhecemos atualmente como “jornalismo de celebridades”.

Lady Di ganhou o público e as páginas das revistas do mundo todo com seu comportamento não usual para um membro da família real. Diana gostava da proximidade com as pessoas e não costumava esconder seus sentimentos e emoções, características que fizeram com que as pessoas “comuns” se identificassem com ela, e motivo pelo qual, ao lado de seu envolvimento com causas sociais, ficou conhecida como “Princesa do Povo”.

1diana

Ao longo dos anos, diversos documentários e filmes revelam essas e outras nuances de uma das mulheres mais importantes do século XX. The Story Of Diana, disponível na Netflix, é minha dica para o final de semana. Com comentários de pessoas do círculo íntimo da princesa, como seu irmão, seu motorista, e da estilista responsável pelo seu vestido de noiva, o documentário revela que Lady Di transformou radicalmente as regras estabelecidas entre a imprensa e a família real antes mesmo de formalizar sua união com o filho da Rainha Elizabeth: seguida o tempo todo qualquer ação cotidiana era alvo de cliques valiosos.

Quando a palavra “influenciador” não era tão popular, é inegável a influência de Diana dentro e fora do território britânico, seja pelas polêmicas que envolviam sua vida pessoal ou pelos visuais que trazem referências de Moda válidas (e usáveis) mais de vinte anos após sua morte em 1997. O blazer longo, que está em alta, completava diferentes visuais da Princesa de Gales fossem eles formais, com vestido e salto alto, ou casuais, com calça com a barra mais curta e sapatilha (tão atual!).

diana-2

As cores claras apareciam com frequência em seus looks. A produção (quase) bicolor com regata e calça branca + acessórios em preto / floral com o fundo escuro, o visual monocromático com a cintura marcada e comprimento midi (que, nos dias atuais pode ser de uma calça pantacourt), e a combinação de neutros com suéter off white, calça branca e bolsa caramelo são ideias que não envelhecem.

diana-8

diana-4

Por falar em suéter, modelos amplos da peça combinados à calça justa são mais uma referência que tem tudo a ver com o mood confortável e com o mix de opostos do momento. Além dos lisos, modelos bordados ou com estampas divertidas faziam parte do closet da Lady Di: que tal a mistura de estampas do suéter com carteira floral para deixar a gola clássica “de cara nova”?

diana-5

diana-7

diana-6

Conhecer um pouco de sua história torna claro os motivos que fizeram a Princesa de Gales eterna dentro e fora da moda: referência de estilo e comportamento para as mulheres modernas, ela usou seu espaço para defender importantes causas e não sufocou seus sentimentos a fim de manter um casamento infeliz. Uma mulher de “ação, autonomia e autoridade” que jamais será esquecida.

(Imagens: reprodução)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s