Moda

100 bolsas da temporada internacional

Elas são indispensáveis. E escolher uma bolsa é uma decisão bastante pessoal: mais do que seguir uma tendência de moda, o modelo precisa estar alinhado com o seu estilo de vida e apto a transportar o que você precisa, tanto no dia a dia como em ocasiões especiais. Selecionei 100 modelos das passarelas de Nova Iorque, Londres, Milão e Paris, para inspirar essa escolha com modelos e tamanhos para todos os gostos.

Modelos clássicos nunca saem de moda. Mas a cada temporada, ganham cores, acabamentos e detalhes diferentes. Das monocromáticas com um novo mix de texturas, misturas de estampas ou novas cores (clique para ver, nos favoritos de Londres, os modelos da Burberry), às it bags repaginadas com aplicações que estão em alta, como os insetos na Bamboo Bag, da Gucci, as bolsas também podem manter detalhes tradicionais em peças com novas sugestões de uso. Na Chanel, a bolsa bicolor matelassê aparece com suas alças de corrente vestidas de outra forma.

daks-20
Daks
altuzarra-fendi-balmain
De cima para baixo, da esquerda para a direita: Altuzarra, Altuzarra, Fendi e Balmain
fendi-12
Fendi
gucci-22
Gucci
gucci-29
Gucci
chanel-28
Chanel
chanel-30
Chanel

Assim como a Chanel, as grifes Hermès e Fendi são reconhecidas por suas bolsas clássicas. Nessa temporada as peças foram reeditadas com bordados e/ou alças diferenciadas, vistas também nos desfiles da Altuzarra, Balmain e Shiatzy Chen.

hermes-27
Hermès
fendi-16
Fendi
shiatzy-chen-5
Shiatzy Chen

Os bordados na Alexander McQueen, Dolce & Gabbana e Alberta Ferretti possuem cores vibrantes, flores 3D e fios metalizados que não passam despercebido. Na lista de favoritos: a mochila azul marinho com bordado dourado da Alberta Ferretti, para trazer o esporte para visuais básicos com camisa branca e jeans.

mcqueen-alberta-ferretti-deg
De cima para baixo, da esquerda para a direita: Alexander McQueen, Dolce & Gabbana e Alberta Ferretti
alberta-ferretti-31
Alberta Ferretti

Toque esportivo também nas alças e materiais das bolsas da Versus Versace e da Moncler Gamme Rouge, que misturou referências com um delicado floral retrô.

versus-versace-11
Versus Versace
versus-versace-12
Versus Versace
moncler-gamme-rouge-18
Moncler Gamme Rouge
moncler-gamme-rouge-19
Moncler Gamme Rouge

Do esportivo para o fun, as passarelas da Coach e Jeremy Scott trazem estampas divertidas e personagens em pequenas bolsas estruturadas. Dolce & Gabbana e Valentino são outras  duas grifes que apostam em um detalhe lúdico para o inverno através de detalhes delicados, desenhos e cores contrastantes respectivamente.

coach-jeremy-scott
Coach (em cima) e Jeremy Scott
dolce-e-gabbana-20
Dolce & Gabbana
dolce-e-gabbana-35
Dolce & Gabbana
valentino-13
Valentino

Cor! É o que não falta na bag “desenhada” da Prada, um clássico reeditado com bom humor, e nas bolsas e malas da Pucci, com as tradicionais estampas da grife. Que tal combinar com a roupa…

prada-12
Prada
pucci-9
Pucci
pucci-8
Pucci

Como fizeram a Custo Barcelona e a Anteprima, com suas carteiras estampadas? Falando nisso, as carteiras da temporada internacional aparecem em trio, na Fendi, ou em tamanho maxi, como nas marcas acima citadas, na Roksanda e na Prada, que desfilou um modelo incrível em tricô. Para não deixar nada em casa.

custo-barcelona-anteprima
Custo Barcelona (em cima) e Anteprima
fendi-15
Fendi
fendi-17
Fendi
roksanda-15
Roksanda
prada-14
Prada

Mais que maxi carteiras e bolsas duplas (clique para ver os modelos da Anya Hindmarch e da Gucci, em Londres e Milão), bolsas em tamanho GG passaram pela passarela da Coach,  Jil Sander, Jason Wu (que também conta com uma dupla de maxi e mani bag) Tod’s entre outras marcas…

coach-23
Coach
jil-sander-jason-wu
Jil Sander (em cima) e Jason Wu
jason-wu-18
Jason Wu
tods-28
Tod’s

E ganharam proporções ainda maiores em Paris, nos desfiles de grifes como Balenciaga e Céline.

balenciaga-6
Balenciaga
celine-12
Céline

Em contraponto, não faltou bolsa pequena para completar visuais festivos ou trazer “riqueza” para um look casual em dias onde documentos e celular bastam. Nos desfiles da Elisabetta Franchi, Emporio Armani, Balmain, Gucci e Lanvin, mini bags douradas, com alça de corrente, tecidos nobres e/ou detalhes de franjas, penas, pedras e pérolas. Destaque para a bolsa da passarela de John Galliano, que mistura corda, elemento rústico, e bordado delicado.

elisabetta-franchi-emporio-armani-balmain
De cima para baixo, da esquerda para a direita: Elisabetta Franchi, Elisabetta Franchi, Emporio Armani e Balmain
gucci-20
Gucci
lanvin-16
Lanvin
lanvin-17
Lanvin
john-galliano-8
John Galliano

Pedrarias, paetês, cristais e materiais metalizados em bolsas pequenas, médias e grandes. Anya Hindmarch, Giorgio Armani, Elie Saab, Tory Burch, Shiatzy Chen, e Dolce & Gabbana, são algumas das grifes que encheram a passarela de brilho e mostraram que os mesmos materiais podem ser retrô, românticos, descolados ou boho, dependendo da interpretação (e do restante da produção, claro).

ANYA-hindmarch-18
Anya Hindmarch
giorgio-armani-21
Giorgio Armani
elie-saab-tory-burch
Elie Saab (em cima) e Tory Burch
shiatzy-chen-3
Shiatzy Chen
dolce-e-gabbana-32
Dolce & Gabbana

Tachas e correntes marcaram presença nas coleções da Prada, Alexander McQueen (combinadas à braceletes pesados), Michael Kors e Alexander Wang, que apostou correntes largas tanto nas bolsas como nas pochetes da marca.

prada-11
Prada
alexander-mcqueen-20
Alexander McQueen
alexander-mcqueen-21
Alexander McQueen
michael-kors-23
Michael Kors
alexander-wang-16
Alexander Wang
alexander-wang-22
Alexander Wang
alexander-wang-18
Alexander Wang

Com o mesmo peso visual, os modelos com referência étnica das coleções da Balmain, Fendi e Valentino trazem metais misturados a animal print, franjas e penas (coloridas, na coleção da Valentino)…

balmain-fendi
Balmain (em cima) e Fendi
valentino-14
Valentino

Mas são as peles que confirmam sua forte presença nas próximas estações, em roupas e acessórios. As alças de pele estão com tudo, e são uma ótima maneira de atualizar bolsas antigas. Minhas preferidas: as bags com cartelas de cores interessantíssimas da Prada (amarelo com marrom e verde, e rosa com caramelo marrom e vinho são algumas delas).

fendi-miumiu-giorgio-armani
De cima para baixo, da esquerda para a direita: Fendi, Fendi, Miu Miu e Giorgio Armani
prada-13
Prada
prada-15
Prada

A alça é pouco? Tem modelo todo de pele em tons neutros na coleção da Fendi, e pele colorida nas passarelas da Shiatzy Chen, Altuzarra e Elie Saab.

fendi-14
Fendi
shiatzy-chen-1
Shiatzy Chen
altuzarra-27
Altuzarra
elie-saab-42
Elie Saab

Em meio a tantos detalhes, modelos com poucos adornos se destacam por suas formas nos desfiles da Gabriela Hearst, Giorgio Armani, Anteprima e Emporio Armani…

gabriela-hearst-9
Gabriela Hearst
gabriela-hearst-14
Gabriela Hearst
giorgio-armani-22
Giorgio Armani
anteprima-15
Anteprima
anteprima-14
Anteprima
emporio-armani-33
Emporio Armani

Entre os modelos estruturados, linhas curvas ou retas em bolsas atemporais com tons neutros ou escuros para comprar hoje e usar sempre: as redondinhas em cores como marinho e vinho, da Chloé, e as quadradas com poucos detalhes, como as bolsas dos desfiles da Jason Wu, Roksanda e Victoria Beckham, são investimento certo.

chloe-15
Chloé
chloe-18
Chloé
jason-wu-17
Jason Wu
roksanda-victoriabeckham
Roksanda (em cima) e Victoria Beckham

E os modelos geométricos da Cushnie Et Ochs são uma verdadeira obra de arte. Para deixar qualquer visual cheio de informação com sutileza. Amor é pouco.

cushnie-et-ochs
Cushnie Et Ochs

(Imagens: divulgação)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s