Beleza, Moda

Oscar 2014

Os vestidos claros roubaram a cena no Tapete Vermelho do Oscar. As flores com efeito 3D e as transparências que criam a ilusão de pedrarias e bordados colados ao corpo estão com tudo, a vencedora do Oscar de Melhor Atriz que o diga. Cate Blanchett escolheu um Armani Privé nude, com transparência e bordados, e agradou a crítica de Moda. Os detalhes menos “intensos” no colo abrem espaço para o brinco grande, que, nesse caso, não deve contrastar com o vestido.O público começa a aceitar os looks “pálidos”, antes tão criticados. 1966962_10152250803334255_667100160_nJenna Dewan-Tatum também iluminou o colo com cristais sobre transparência, em um vestido Reem Acra com volume na parte de baixo. O brinco clássico é o complemento perfeito, e o toque moderno fica por conta do leve “despenteado” dos fios. Porém, assim como aconteceu com outras convidadas da cerimônia, faltou acabamento no penteado. Esse foi o Oscar da confusão capilar. jenna-dewan jenna-dewan-tatum-oscars-2014-academy-awards-lead1 Giuliana Rancic deixou o vestido reinar sozinho, com brinco pequeno e cabelo “sumido”. Não gosto da escolha do cabelo, um pouco de volume favorece o rosto pequeno da apresentadora. grancic O figurino de O Grande Gatsby, vencedor do Oscar, consagrou a Moda da década de 20, revisitada nos vestidos de Julie Delpy e Jennifer Garner. A leveza dos tecidos, os bordados que criam a ilusão de movimento e as franjas (feitas com ricas miçangas no modelo usado por Jennifer Garner) trazem de volta o período embalado pelo jazz. As duas atrizes optaram pelo penteado com ondas, e Jennifer Garner é mais uma que decepcionou no acabamento. Em meio a tantas bocas neutras, a o batom vermelho de Julie Delpy me agradou (receita clássica de beleza “de diva”: ondas capilares e batom vermelho). julie Julie-Delpy-2014-Oscars Jennifer-Garner-2014-Oscars (1) Portia de Rossi usou Naeem Khan, e foi mais uma que escolheu um vestido com transparência. Mesmo com um tecido super trabalhado ela usou pulseira e clutch marcantes; e acertou na escolha do brinco, pequeno, para não deixar o vestido frente única over: o detalhe preso no pescoço já chama atenção o suficiente. (Sou a única a achar esses cílios longos demais?). portiaderossi_1 portiaderossi_2 Anne Hathaway fez o mesmo: brinco pequeno para acompanhar um tomara que caia bordado. Anne vestiu um elegante modelo Gucci com fenda nas costas. Tanto ela quando Portia de Rossi têm cabelos curtos, que favorecem o modelo frente única. Quando o cabelo é longo o penteado preso é o mais indicado para esse tipo de vestido, principalmente quando bordado. Anne-Hathaway-in-Gucci- Algumas mulheres já comentaram comigo que gostam de fendas, mas ficam receosas quanto à parecer vulgar (por ter pernas/coxas grossas) ou com medo de deixar tudo à mostra ao menor descuido. A fenda na parte de trás  do vestido é mais discreta e “fácil de cuidar”. Anne-Hathaway-in-Gucci-2 Renda em três vestidos de estilos diferentes. Kristen Bell, no melhor estilo princesa, vestiu Roberto Cavalli e usou cabelo, maquiagem e acessórios delicados (tem foto da clutch com lacinho lá na página do Facebook). 86th Annual Academy Awards - Arrivals Kristen princesa, Julia rainha. A renda preta é elegante, e Julia Roberts não precisa se preocupar com o volume do detalhe na cintura: ele pode ser traiçoeiro, “aumentando” o quadril, ou definir ainda mais a cintura. No caso dela, o efeito foi o segundo. Só me incomoda essa “ponta” de renda sobrando em um dos lados. Julia-Roberts-in-GivenchyNa “onda” do colo velado, Kelly  Osbourne usou uma capa de renda sobre o tomara-que-caia branco. Não posso deixar de dizer que esse vestido deixou a silhueta dela incrível; e que adorei a escolha dos acessórios dourados… kelly-osbourne-oscars-awards Principalmente dos anéis + clutch (e eu, que implico com nail art, não achei essa ponta dourada tão ruim). “Agrupar” acessórios em uma só lado, ao invés de distribuí-los nos dois braços/mãos, é um truque interessante, principalmente quando o vestido é básico. kelly_detalhes Naomi Watts, de Calvin Klein, e Maria Menounos, de Johanna Johnson, fizeram escolhas parecidas: vestidos claros, colo escondido e mangas curtas. Atenção! Algumas mulheres buscam vestidos com manga para disfarçar as “gordurinhas”do braço. Para esse efeito, fuja dessas manguinhas! Elas evidenciam o braço, e tendem a aumentar visualmente, ao invés de “diminuir”. O brinco pequeno é mais uma semelhança entre as duas. Watts completou a composição com um colar rente ao decote, o ideal para esse modelo de vestido; mas o cabelo atrapalhou o look. O cabelo não precisava estar preso, penteá-lo para trás (como fez Jolie) já resolveria o problema. E por falar em cabelo, Maria é a dona do meu penteado favorito da premiação: um coque meio despenteado com detalhe trançado. Naomi-Watts-in-Calvin-Klein-Collection Maria-Menounos-Wearing-Johanna-Johnson maria-menounos Outro lindo coque é o da Penélope Cruz, que poderia ter dispensado boa parte desse tecido. O vestido não caiu bem: a faixa preta parece “fora do lugar”, tem volume demais na barriga e ninguém precisa enrolar esse tecido no braço. Desnecessário… Penélope-Cruz-Giambattista-Valli Tão desnecessário quanto esse tecido do ombro ao chão no vestido da modelo Camila Alves. Bastava o detalhe começar na cintura, por exemplo, para que o modelo parecesse bem menos “pesado”. camilaalves Quem acertou no volume e nas mangas foi Meryl Streep, o look Lanvin da atriz é uma ótima opção para mulheres maduras.O ombro à mostra “compensa” os braços cobertos, e o cinto define e silhueta. Pausa para reparar na diferença com relação à silhueta apresentada no SAG: clica. CHO-QUE! Pra depois aparecer assim, chique! Meryl-Streep-Wearing-Lanvin O Prada azul claro de Lupita Nyong’o é um dos vestidos mais comentados e adorados do Oscar desse ano (confesso que esperava mais vestidos azuis). Faço parte da minoria que não coloca a atriz na lista das mais bem vestidas, apenas por achar que esse tom não a favorece tanto. Tanto o vermelho, no Globo de Ouro, quanto o verde, no SAG, valorizaram muito mais a cor da pele de Lupita. Quando o assunto é beleza, não dá pra discordar, um acerto atrás do outro. No Globo de Ouro ela combinou batom vinho com vestido vermelho (minha beauté favorita dela); no SAG ela ousou misturando azul, nos olhos, e rosa, nos lábios; e agora foi com os lábios coral em uma combinação “de editorial de moda” ao lado do azul. Truque para o delineado gatinho ficar mais leve: traço começando no meio da pálpebra, com o canto interno iluminado. Referência de beleza de ouro, principalmente para mulheres negras que têm medo de ousar. Lupita-Nyong’o-2014 Lupita-Nyong’o No quesito cor, nota dez para Viola Davis. O vestido Escada com decote geométrico e recortes assimétricos da Viola Davis é “a cara” do momento atual da moda, mas duas coisas me incomodam: não aprovo a dupla de braceletes ao lado desse modelo de vestido + cabelo com ondas (com um cabelo liso talvez eles fizessem mais sentido); e optaria por um tecido opaco. Tecidos com brilho são perigosos, e podem mostrar volume onde nem tem. Viola-Davis-in-Escada Tem mais recorte geométrico: no vestido vermelho da Shaun Robinson. Esse formato de recorte cai melhor em mulheres com pouco busto, a linha diagonal que “corta” o colo não é a melhor forma de valorizar seios grandes. Shaun-Robinson Kristin Chenoweth é fã de um modelo poderoso. De cabelo curto e vestindo um Roberto Cavalli dourado, ela é quase uma estatueta do Oscar! Gosto da escolha dos acessórios, brinco pequeno e pulseira fina; mas vale dizer que, mesmo com todo o brilho, o tomara que caia da atriz comporta um brinco longo, quando o penteado é preso (ou o cabelo é curto). Kristin-Chenoweth-IN-Roberto-Cavalli- • Os melhores

Amy Adams foi de azul de novo, e com penteado clássico de novo (lembram do look do SAG?). E de novo inseriu cores espertas nos acessórios. E é favorita de novo. Nas três últimas grandes premiações, Amy mostrou que está segura em um estilo clássico com detalhes atuais: tom sobre tom, vestidos lisos com recortes e/ou “dobraduras” geométricas e acessórios atemporais com coordenações de cores da temporada. Coerência é o que faz uma celebridade tornar-se referência de estilo. Amor por Amy! amy-adams-1 amy-adams-Mais um vestido azul para amar: o Alexander McQueen de Sandra Bullock. O detalhe de tecido “abraçando” a cintura define a silhueta e o penteado lateral com ondas dispensa o colar. Na maquiagem, um discreto toque de azul na linha d’água; mais que isso poderia pesar. bullock sandra-bullock Kate Hudson também foi “drapeada”, vestindo Atelier Versace, e com penteado lateral. Decotes profundos são um convite aos colares de tirar o fôlego; porém, muita calma nessa hora. Drapeado + bordado + capa + cabelo: só sobrou espaço para um brinco, que aqui deve ser pequeno ou médio. Com tantos elementos, mantenha acessórios pequenos ou médios também nos braços e na mão. A “luminosidade” do vestido branco com acessórios também claros, veio acompanhada de maquiagem escura nos olhos. Para não pesar, o maquiador(a) de Kate sabiamente escolheu o acabamento esfumado. Kate-Hudson-in-Atelier-Versace- Kate-Hudson Angelina Jolie finalmente resolveu dar o ar de sua graça, beleza e elegância vestindo Elie Saab. O truque para não achatar o busto em um vestido fechado está na localização da transparência: bem acima do seio, com o bordado continuando perto do pescoço. Esse pedaço de pele à mostra evita que o tronco pareça “uma coisa só”. Angelina também foi feliz ao conseguir conciliar cabelo solto + decote fechado, penteando os fios para trás. Acerto de beleza: lábios sem cor. Ao lado do vestido bordado + cabelo solto, os lábios grossos da atriz ficariam exagerados com batom vermelho, por exemplo. Angelina-Jolie-Wearing-Elie-Saab-Couture Angelina-Jolie Amor pelo detalhe transparente que faz o vestido Christian Dior, de Charlize Theron, parecer colado ao corpo. Amor pelo colar, e pela escolha de um acessório “único”, que preenche de forma perfeita o decote. Amor pela transparência que deu movimento e leveza ao preto. E amor pela maquiagem com traço clássico de delineador e só. Perfeita! charlizeCharlize-Theron-Hair-Makeup-Oscars-2014Bônus! Não foi só uma vez que critiquei as grávidas que escolhem vestidos fechados e ficam volumosas demais. Olivia Wilde escolheu um model Valentino de gola alta. Mas sem mangas!!! E vejam só a diferença que faz! Basta tentar imaginar mangas longas, que deixariam o look “pesado”. A silhueta ficou linda, e o visual veio cheio de toques preciosos: lacinho na parte de trás da gola do vestido, que tem recorte nas costas que termina onde começa uma abertura com detalhe branco; mix de pulseiras + anel + clutch na mesma mão (já falei que adoro, né?); coque sofisticado com acabamento despenteado; delineador gatinho com um toque de branco no final… Tudo isso em preto e branco! É por isso que Olivia é minha sexta favorita, ou melhor, a favorita das favoritas, e encerra o post com chave de ouro!Olivia-Wilde-Wearing-ValentinoOlivia-Wilde-Wearing-Valentino2olivia1

Anúncios

4 thoughts on “Oscar 2014”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s