Moda

Brigitte X Twiggy (parte II)

No final da primeira parte desse post (aqui), comentei que peças estruturadas são comuns à Brigitte Bardot e Twiggy. Alfaiataria (principalmente camisas e vestidos) e alguns casacos, como os de inspiração militar, são encontrados nas duas décadas.

A cintura marcada dos anos 50, dá lugar a uma silhueta reta nos 60’s. O corpo curvilíneo perde espaço para modelos mais magras e com beleza andrógina; e são os vestidos retos que ajudam a esconder as curvas. Se nas temporadas passadas o visual boyfriend dominava, hoje a moda pede looks que, ao invés de masculinos, pareçam não ter gênero.

Os mini-comprimentos também são característicos dos anos 60 e dos looks da Twiggy, foi nessa época que surgiu a mini saia. Quando amplos, os casacos e vestidos seguem a silhueta A. Enquanto a peça ampla esconde, o comprimento mini mostra; e aí está mais um motivo para buscar referências “sessentinhas”: o jogo de esconder e mostrar é super atual.

E se o minimalismo parece chato, as texturas eram e voltam a ser uma opção para incrementar composições. Mangas mais curtas, no cotovelo, facilitam sobreposições de peças minimais; esse é o truque número dois para tirar o minimalismo do “lugar comum” (o primeiro são as texturas).

Saem os florais para a entrada das estampas geométricas, lembrando que as listras estão nesse grupo. Listras não são apenas a estampa listrada, sobreposições que criam, através das camadas, a ilusão de listras também valem (o exemplo é a campanha da cruise collection da Gucci).

(Imagens: reprodução)

Anúncios

5 thoughts on “Brigitte X Twiggy (parte II)”

  1. Ivy que layout lindo!!! É vc desenhada com o côco né??? Uma graça!!!

    Então eu acho a twiggy muito linda! Adoro os vestidos trapézios daquela época… Mas eu ando mais gordinha.. então eles estão bem encostados no meu armário!

    beijosss
    Dri

    Curtir

  2. Eu gosto mais do estilo da Brigitte e da Marilyn com a cintura marcada.. beijão Ivy! E obrigada pelo presente do Pedrinho, ele já está usando rs.

    Curtir

  3. Gente, eu amo demais as duas décadas. Acho que misturando as referências é que se cria looks únicos e interessantes. Seu post tá mega bem escrito, querida, Adorei, viu? <3

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s